Como investir nas healthtechs, a bola da vez entre as startups

Como investir nas healthtechs, a bola da vez entre as startups

Se no começo do ano a área da saúde já era apontada como uma tendência de investimentos, agora ela domina de manchetes de jornais a conversas do dia a dia devido ao cenário atual de pandemia.

Estamos falando de um setor que no mundo todo movimentou US$ 10,7 bilhões em 507 rodadas de investimentos somente no segundo trimestre de 2020, segundo o relatório MoneyTree, da consultoria PwC.

E o aumento de exposição vem justamente em um período de crescimento tanto de empreendedores quanto de investidores no Brasil. De acordo com o estudo Healthtech Report Brasil 2020, do hub de inovação Distrito, o investimento em startups de saúde, em 2018, foi de US$ 45,8 milhões. No ano seguinte, mais do que dobrou, chegando a US$ 94,5 milhões. E até junho deste ano já atingiu US$ 66,5 milhões. No mesmo período, o número de healthtechs no país saltou de 248 para 542.

Além disso, a pandemia também abriu espaço para as inovações. Um bom exemplo é a telemedicina, prática que foi sancionada em abril deste ano para funcionar como uma resposta ao momento de distanciamento social e que criou uma nova área de atuação agora regulamentada.

Para quem está de olho nas healthtechs, uma das formas mais fáceis de investir é como investidor-anjo, aquele que entra no começo da vida de uma startup e cujos recursos podem ser fundamentais para a sobrevivência da empresa. 

Para ser um investidor-anjo, não é preciso colocar uma soma de dinheiro tão grande na companhia. De acordo com um estudo da Anjos do Brasil, organização criada para fomentar a prática, publicado pela revista Exame, o valor médio investido nesse tipo de operação foi de R$ 129 mil reais em 2019. Quantia muito menor que os mais de US$ 100 milhões que a Dr. Consulta, case de maior sucesso entre as healthtechs brasileiras, já levantou em suas rodadas de negociação.

Ficou interessado no mercado das healthtechs? A partir da terça-feira, 13 de outubro, a Eretz.bio oferece o primeiro curso do país de capacitação de investidores-anjo com foco nas startups de saúde. Serão quatro dias de aulas, totalizando 16 horas de conteúdo.

A capacitação vai abordar os principais temas que um investidor-anjo precisa saber: as melhores práticas utilizadas por investidores experientes, o papel do investidor-anjo e como ele pode ajudar os empreendedores, além dos riscos associados, entre outros.

Inscreva-se aqui para participar: https://eretz.bio/capacitacoes/

Newsletter

Quer ficar por dentro do que acontece na Eretz.bio?